Márcio testa jogadores em amistoso e busca melhor formação contra Ponte


Meia Diego Siqueira surge como possível nome do elenco principal. Jogadores do VEC foram testados em amistoso contra o Juventus no Portal da Amazônica, em Vilhena.

O amistoso contra o Juventus, no Portal da Amazônia, foi a chance que os jogadores do Vilhena tiveram para mostrar bom serviço e conquistar a tão sonhada vaga de titular no jogo de volta contra a Ponte Preta pela Copa do Brasil. Começando com um time mais jovem, o VEC goleou o Juventus por 10 a 0. Agora Márcio Bittencourt analisa a melhor formação do time para tentar a classificação pela primeira vez na competição.

Diferente da última partida, quando colocou os mais experientes para jogar em meio a um temporal, Márcio Bittencourt deu oportunidade para a garotada. No primeiro tempo balançaram as redes Carlos Vinícius, João Vitor, Lucas e Maycon. Já no segundo tempo, Diego Siqueira, Salatiel, Jonatas, Elton Cuiabá e Rai fizeram dois gols, cada.  

- A gente terminou o treino e foi treinar um pouco mais, porque a nossa preocupação é essa: chegar todo mundo bem, forte pra essa competição. A gente sabe que é difícil, o time da Ponte a cada dia ganha novos reforços. É um time que está se preparando para as decisões do campeonato paulista. Vamos encontrar dificuldades, mas futebol é dentro de campo, onze contra onze e a gente espera fazer uma grande partida – reforça Bittencourt. 

Sobre a composição do time que entrará em campo contra a Macaca, no dia 2 de abril, em Campinas, o técnico não descarta a hipótese da entrada de Diego Siqueira para reforçar o meio de campo. Quanto à posição de goleiro, ainda paira o mistério.  

- Ou vamos com os três atacantes, como a gente jogou aqui, ou entra o Diego, daí a gente joga com dois atacantes, com um time um pouco mais resguardado defensivamente para poder sair no contra-ataque – explica.  

Mesmo diante da possibilidade de o atacante Borges, recém-contratado pela Ponte, entrar em campo já no jogo de volta, Bittencourt não vê como alternativa reforçar a defesa.  

- Se a gente colocar mais defensores a coisa fica mais difícil, você vai trazer o time da Ponte muito mais pra cima. A gente sabe que vai ser difícil e no futebol tem que correr um pouco de risco pra poder atingir o objetivo. Mas eu acredito que o time ficou mais forte no meio de campo, com a marcação forte, apesar de o Diego não ter essa característica. Mas hoje no futebol, atacante e meia tem que atacar, não tem outro jeito - diz.

Ponte e Vilhena voltam a se enfrentar em 2 de abril, no Moisés Lucarelli. A Macaca joga pelo 0 a 0. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer empate a partir de 2 a 2 classifica o Vilhena. Quem vencer avança direto para pegar quem passar do duelo entre Moto Clube-MA e Boa Esporte-MG, que também abriram a série com empate por 1 a 1.



30 março 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

No banco, Wagner diz que disputa por vaga no gol do Vilhena é saudável


Goleiro que irá substituir o lesionado Jamilton ainda não foi definido. Técnico testa o elenco até próximo da partida de volta contra a Ponte, no dia 2 de abril.

Primeiro foi Jamilton, que após dura dividida com atacante da Ponte Preta, no jogo no Portal da Amazônia, lesionou a mão direita. Depois foi Vitor, que por problemas pessoais, deixou a equipe. Pronto: Wagner ficou com toda a responsabilidade em defender o gol do Vec, pelo menos até a contratação de um goleiro reserva, o que ocorreu na semana passada, o Samir. De lá para cá os treinos foram intensificados e os dois defensores estão sob avaliação do técnico Márcio Bittencourt. A vaga de titular ainda não foi definida, mas Wagner garante que a disputa entre os dois goleiros em atividade é amistosa.

 - É uma relação profissional saudável. A gente tem que sempre se respeitar, se apoiar, independente de quem for jogar. Acredito que nós vamos fazer um bom trabalho. Independente de quem for jogar, se for eu ou o Samir, faremos de tudo para que o VEC saia com a vitória e a classificação – destaca.

Natural de São Paulo, Wagner já teve passagens pelo futebol mato-grossense, vindo a integrar a equipe do Lobo do Cerrado em 2014, a convite do ex-técnico Birigui, com quem teve contato quando ainda jogava pela equipe de Sorriso. No tempo em que esteve sozinho no gol do Vec o jogador temia pela não contratação de outro goleiro.

- Foi um período cansativo porque estava sozinho no gol, então tinha que fazer todos os trabalhos e tinha aquela preocupação em não se lesionar porque nós não tínhamos outro goleiro. Mas eu estava confiante, estava fazendo meu trabalho bem feito, e creio que esse esforço eu vou colher lá na frente – ressalta. 

Mesmo com tamanha responsabilidade, Wagner acredita na vitória contra a Ponte Preta, no dia 2 de abril, e diz estar preparado para defender a equipe, tanto físico quanto psicologicamente.

- A gente tem que sempre estar preparado. Vai ser um jogo de suma importância para nós do Vilhena, sabemos que temos chances de classificação. Temos que respeitar muito a equipe da Ponte Preta, que é tradicional, de primeira divisão, e temos sempre que acreditar em nossa capacidade – afirma.

Ponte e Vilhena voltam a se enfrentar em 2 de abril, no Moisés Lucarelli. A Macaca joga pelo 0 a 0. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer empate a partir de 2 a 2 classifica o Vilhena. Quem vencer avança direto para pegar quem passar do duelo entre Moto Clube-MA e Boa Esporte-MG, que também abriram a série com empate por 1 a 1.



Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Após estreia em amistoso, Samir garante brigar por vaga contra Ponte


Goleiro recém-contratado pelo Vilhena fez o primeiro jogo no Portal da Amazônica durante o amistoso contra o Cone Sul. Ele diz querer jogar contra Ponte Preta em SP.

Treinando com as cores do Lobo do Cerrado desde a semana passada, o goleiro recém-contratado, Samir, já pôde sentir um pouco do que é jogar em terras rondonienses no último amistoso que a equipe fez no sábado (21), no Estádio Portal da Amazônia, contra o selecionado do Cone Sul. Mesmo com o campo encharcado, o goleiro não perdeu o foco e bloqueou todas as investidas do time adversário durante o 2º tempo inteiro. Ele começou o jogo como reserva.

- Você estrear num amistoso, num jogo difícil, bastante molhado, com muita chuva, com muita água e ainda poder fazer alguns trabalhos de posicionamentos defensivos é ótimo. Acho que não é importante o goleiro fazer de dez a 20 defesas em um jogo, o importante é se orientar como defensor para que essa bola não chegue e quando chegar, você esteja atento pra defender – analisa Samir.

Com experiência em solo paulista, tendo passagem pelo União Barbarense (2004), o goleiro de 35 anos está na expectativa em poder voltar a pisar em campo já no próximo jogo, contra a Ponte Preta, no dia 2 de abril. Para isso ele garante lutar com todas as forças por uma oportunidade.

- Vou lutar para conseguir entrar logo nesse jogo, mas sempre respeitando os meus colegas que já estão na equipe e que vêm desempenhando um bom trabalho. O importante é trabalhar, sempre se aperfeiçoando para garantir sua vaga, seu espaço. Sempre com muito respeito, porque eu sempre falo: 'nós goleiros somos a minoria dentro de campo'. Então, a gente tem que ser muito parceiro – afirma.

E parece que o entrosamento com os outros jogadores não é uma dificuldade para Samir. No amistoso contra o selecionado do Cone Sul, mesmo no banco de reserva, o goleiro gritava para os companheiros em campo palavras de incentivo.


25 março 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Com baixas adesões, Vilhena planeja dois mil sócios até o início de 2016


Em fase de consolidação, segundo a gestão de marketing, número de sócios não foi divulgado. Objetivo é alcançar 2 mil torcedores até o primeiro trimestre de 2016.

O Vilhena ainda não divulga a quantidade de sócios-torcedores que já aderiram ao programa "Mais Torcedor", porque, segundo o departamento de marketing do Lobo do Cerrado, tudo ainda está em processo de consolidação. O objetivo do clube é conseguir pelo menos dois mil sócios até o primeiro trimestre de 2016, o que pode ajudar, consideravelmente, com a receita do clube que atualmente, tem uma folha salarial de cerca de R$ 80 mil.

Lançado oficialmente em fevereiro deste ano, o programa oferece benefícios aos sócios, como descontos em estabelecimentos comerciais e pelas redes sociais tenta conquistar e se aproximar dos torcedores.

- Infelizmente as adesões estão abaixo de nossas expectativas, mas continuamos esperançosos de que em breve será a maior fonte de renda do clube e que nos possibilitará atingir um outro patamar no cenário do futebol brasileiro - diz Ruany Veríssimo, gestor de marketing do Vilhena.

Tendo sido eliminado na primeira fase da Copa Verde, e apesar de ainda tentar a classificação na Copa do Brasil, o gestor considera que o resultado dentro de campo pode influenciar as adesões, o que ele considera, que não deveria acontecer. A intenção é crescer durante o Campeonato Rondoniense já que o clube é o atual campeão do Estadual. Com custos altos, os planos do sócio-torcedor com valores que vão de R$ 9,90 a R$ 49,90 por mês podem ajudar na receita do time. No entanto, Veríssimo afirma que ao aderir ao programa, o torcedor passa a ter descontos em estabelecimentos comerciais cadastrados. 

- O projeto não é somente para torcedor do VEC e sim toda a população, em especial a cidade de Vilhena. Credenciamos bastante estabelecimentos que concederão descontos aos nossos associados, e se bem explorado o programa, o associado vai perceber que a economia dele durante o mês será maior do que o valor investido na mensalidade, Em contrapartida até o empresário estará ganhando, pois estaremos fomentando o consumo em seu estabelecimento - garante o gestor. 


Futuro
Além de planejar conseguir dois mil sócios até o primeiro trimestre de 2016, o Vilhena espera obter uma receita anual de R$ 400 mil. Todo o montante arrecada será revertido para o clube, tanto para o profissional quanto para as categorias de base.

- Após consolidarmos esta etapa, focaremos ao sonho do nosso da construção de um Centro de Treinamento para o Departamento Profissional e Amador. Aproveito para informar ao torcedor que já está disponível no site a opção de compra por boleto à vista, e não somente por cartão de crédito como estava sendo antes - afirma Veríssimo.



23 março 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Jogadores do VEC analisam amistoso contra selecionado do Cone Sul


Segundo eles, com o campo pesado, a jogo ficou mais pegado, havendo bastante contato físico, mas partida foi boa e faz parte da preparação para jogo contra a Ponte.

O amistoso entre Vilhena e o selecionado do Cone Sul exigiu bastante dos jogadores por conta do campo encharcado pela chuva que caiu durante todo o primeiro tempo da partida realizada na tarde de sábado (21), no Portal da Amazônia. Segundo eles, com o campo pesado, a jogo ficou mais pegado, havendo bastante contato físico. Mas, mesmo assim, a partida foi boa e faz parte da preparação para o segundo o decisivo jogo contra a Ponte Preta pela Copa do Brasil, no dia 2 de abril.

Para o volante Flávio a partida poderia ter rendido mais. No entanto, com o campo encharcado as jogadas não saíram exatamente como planejadas.

- Me exaltei um pouco. Com o campo pesado, o jogo foi de muito mais contato. Não deu para tirar uma conclusão sobre a partida. Com o campo seco daria pra fazer tudo o que a gente já treinou, testar todas as jogadas, mas o tempo não ajudou. Agora é melhorar ainda mais a parte física e parte técnica. Mas o time tá encaixadinho – garante Flávio.

Já o meia Diego Siqueira, contratado no dia 10 de março, viu no amistoso uma oportunidade para mostrar ao técnico Márcio Bittencourt que está apto a entrar em campo contra a Macaca.

- Apesar do campo desse jeito, acho que fizemos um bom jogo. No primeiro tempo eles não deram um chute a gol e nós garantimos o nosso, formulamos algumas jogadas e ficamos a maior parte do tempo com a bola – destaca. 

O autor do primeiro gol do amistoso, o atacante Robert, disse que o jogo de sábado (20) serviu para testar o condicionamento físico dos jogadores em campo.

- Nunca peguei um campo desse jeito. Foi para testar a gente mesmo. Mas o jogador tem que estar preparado a todo momento. O que eu vi dentro de campo foi um grupo unido, que já é como se fosse uma família e agora tem que manter o foco para fazer o melhor trabalho possível – argumenta.

Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Vilhena goleia por 4 a 0 selecionado do Cone Sul em amistoso sob chuva


Chuva durou todo o primeiro tempo de jogo no Portal da Amazônia. Bittencourt testou vários jogadores que podem entrar em campo no jogo de volta contra Ponte Preta.

Parece que o amistoso do VEC contra o selecionado do Cone Sul estava mesmo destinado a ter um ingrediente a mais: a chuva. Mesmo tendo adiado a partida e levado o jogo para o Portal da Amazônia, o Lobo do Cerrado entrou em campo na tarde de sábado (20), com chuva forte e que duraria até o final do primeiro tempo.

Com o campo pesado, o desempenho dos jogadores não foi o esperado. Na primeira etapa, apenas um gol, feito por Robert, aos 28 minutos. Logo no início da fase complementar, já com os jogadores reservas e sem chuva, as redes voltaram a balançar. Aos 3 minutos Maycon fez o segundo o VEC. O terceiro saiu logo depois, aos 9 minutos, quando Lucas não deixou escapar a chance e fez. Aos 34 minutos, Elton fechou o placar e fez mais um. Final, 4 a 0.

Apesar de todo o transtorno por causa das chuva, o técnico Márcio Bittencourt considerou a partida como positiva. Ele aproveitou o amistoso para testar todos os jogadores que estavam em condições de jogo, e ressaltou que a partida foi bem equilibrada.
 
Vilhena amistoso selecionado do Cone Sul (Foto: Dennis Weber)- O campo estava muito molhado, em alguns momentos ficou até perigoso. Mas, lá dentro é onze contra onze, ninguém quer perder pra ninguém não. Então é de grande valia o treinamento, tanto é, que eu fui lá agradecer a eles. É uma pena que a chuva estragou o primeiro tempo. No segundo tempo, a bola começou a rolar melhor – lamenta.

Inicialmente, o intenção do amistoso era escolher o possível elenco para a disputa contra a Ponte Preta pela Copa do Brasil no dia 2 de abril. No entanto, Bittencourt não apontou nomes, mas garante que a equipe está com empenho máximo para a partida. Se seguir o time montado para o primeiro tempo do amistoso, o Vilhena enfrentaria o time paulista com: Wagner; Henrique; Júnior, Marinho; Jonatas; Carlinhos, Rai; Flávio; Diego Siqueira; Robert e Roallase.

- A gente está trabalhando forte, concentrados na nossa obrigação. A gente sabe que vai encontrar um jogo dificílimo lá. A Ponte está cada vez mais forte, estão reforçando ainda mais, mas nós temos que chegar lá e jogar, e fazer aquilo que a gente vem trabalhando pra que a gente faça uma grande partida – destaca.

Ponte e Vilhena voltam a se enfrentar em 2 de abril, no Majestoso. A Macaca joga pelo 0 a 0. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer empate a partir de 2 a 2 classifica o Vilhena. Quem vencer avança direto para pegar quem passar do duelo entre Moto Clube-MA e Boa Esporte-MG, que também abriram a série com empate por 1 a 1.

Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Copa do Brasil: Vilhena fará amistoso contra selecionado do Cone Sul


Jogo-treino será na sexta-feira, dia 20, no Módulo Esportivo de Colorado do Oeste, a partir das 20h (local) e servirá para definir elenco contra a Ponte Preta.

Em ritmo contínuo de treinos, o Vilhena deve fazer um jogo amistoso conta um selecionado do Cone Sul, na próxima sexta-feira (20), em preparação ao segundo e decisivo jogo contra Ponte Preta, pela Copa do Brasil. A partida jogo-treino será no Módulo Esportivo de Colorado do Oeste, a partir das 20h (local).

De acordo com o vice-presidente José Carlos Dalanhol, a partida deverá auxiliar o técnico Márcio Bittencourt a definir o elenco para a partida de volta contra a Ponte, no dia 2 de abril. Apesar do VEC ter contar apenas com o goleiro Vagner, a direção do clube anunciou na quarta-feira (18), a contratação do goleiro Samir, do futebol mato-grossense. 

Além de Samir, o Lobo do Cerrado contratou também o meia Diego Siqueira para reforçar o time. Antes de viajar para São Paulo, a equipe ainda deve fazer mais um amistoso, mas ainda não está confirmado.

Ponte e Vilhena voltam a se enfrentar em 2 de abril, no Majestoso. A Macaca joga pelo 0 a 0. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer empate a partir de 2 a 2 classifica o Vilhena. Quem vencer avança direto para pegar quem passar do duelo entre Moto Club-MA e Boa Esporte-MG, que também abriram a série com empate por 1 a 1.


19 março 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Vilhena anuncia contratação do goleiro mato-grossense Samir, ex-Cacerense


Samir chega para ocupar vaga deixada pelo goleiro Vitor que saiu do Lobo por problemas pessoais.

Vagner não está mais sozinho defendendo o gol do Vilhena. É o que garantiu a diretoria da equipe, nesta quarta-feira (18), ao anunciar a contratação de Samir. O atleta tem passagens pelo futebol mato-grossense, Cacerense e Rondonópolis Esporte Clube. A direção do clube não informou quando do novo integrante se junta ao elenco em preparação para o segundo e decisivo jogo contra a Ponte Preta pela Copa do Brasil.

A busca do VEC pelo novo goleiro começou após o goleiro Jamilton fraturar a mão e o reserva Vitor deixar o time, alegando motivos pessoais. Com isso, Vagner passou de reserva a titular. E, apesar de Jamilton, continuar no elenco, ele não será liberado pelo departamento médico para disputar a jogo no dia 2 de abril, em Campinas.

Diante dos desfalques inesperados, a direção do clube avalia a possibilidade de contratar mais um goleiro, já mirando a disputa do Rondoniense.

Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Mesmo com mão engessada, goleiro Jamilton participa dos treinos do VEC


Goleiro fraturou a mãe direita no jogo contra a Ponte Preta e não joga a próxima partida da Copa do Brasil. Diretoria ainda não divulgou nome de novo integrante.

Mesmo com a mão engessada, o goleiro titular do Lobo do Cerrado não deixa de frequentar os treinos do time. Na manhã de terça-feira (17), Jamilton e Vagner revezaram no gol, com o titular fazendo apenas exercícios para fortalecimento muscular. Agarrar a bola, por enquanto está fora de cogitação, conforme explica o preparador físico Luiz Cláudio Vidal. 

- Por enquanto só trabalho físico mesmo, sem trabalho de colher a bola, mas os outros exercícios ele está fazendo regularmente – destaca o preparador. 

O jogador machucou a mão direita durante uma dura dividida de bola com o atacante Fábio Santos, que também ficou lesionado, no jogo de estreia na Copa do Brasil, contra a Ponte Preta no Portal da Amazônia. Foram necessários dois exames raio-x para confirmar a fratura, mas de lá pra cá, nada de abandonar os gramados. A correria continua, com o devido cuidado para não atingir a mão engessada. 

- Vou ficar 20 dias afastado, mas estou mantendo a parte física, correndo bastante e, fé em Deus, vou voltar, e voltar bem, voltar curado. Foi uma lesão bem leve, trincou o osso da mão. Depois de 20 dias estarei 100%. Vou me recondicionar de novo e voltar para defender o time – acredita o goleiro.

Jamilton está fora do jogo contra a Macaca, no dia 2 de abril, mesmo retirando o gesso antes da partida. Segundo o goleiro, é necessário o recondicionamento físico para retornar aos campos com força total. Por enquanto ele vai ficar no banco torcendo para o Lobo.   

- Vou ficar de longe torcendo pelos meus companheiros, para que o time todo faça uma boa partida lá, pra gente dar sequência, porque o nosso time está muito bem postado, muito bem montado. Por enquanto é só torcer mesmo – diz. 

A diretoria ainda não divulgou o nome do novo goleiro. As negociações continuam. Segundo o técnico Márcio Bittencourt, um nome já foi definido pela comissão técnica, o que falta agora é uma posição da presidência do clube. Na manhã de terça-feira, os treinos foram técnicos, trabalhando a zaga o meio de campo e o ataque.
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo
Tecnologia do Blogger.

MUSEU VIRTUAL

COMPAREÇA AOS JOGOS

COMPAREÇA AOS JOGOS

FUTEBOL DE RONDÔNIA

OFERTAS

LOBOS DO CERRADO

Arquivo

Copyright © Vilhena Esporte Clube - Blog do Torcedor - Criado por João Eduardo Caldeira - Design por Patricky Gabriel Sarturi