Com reservas, Ponte tenta conter euforia do Vilhena na Copa do Brasil


Enquanto Macaca aproveita estreia para dar ritmo de jogo a atletas pouco utilizados, clube de Rondônia trata confronto como a principal chance de vingar na temporada.

Diante do abismo de investimento e pretensões entre Vilhena e Ponte Preta, o jogo desta terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília), coloca frente a frente o sonho de um e o dever de outro. Enquanto o Vilhena encara a estreia na Copa do Brasil como a partida do ano, a Macaca aproveita o jogo no Portal da Amazônia, em Vilhena-RO, para testar opções do elenco. É com um time alternativo que o clube campineiro vai tentar conter a euforia dos donos da casa e confirmar a condição de favorito no duelo. 

Estádio Portal da Amazônia em vilhena, RO (Foto: Larissa Vieira) 
Estádio Portal da Amazônia, em Vilhena, receberá mais uma vez um jogo de Copa do Brasil (Foto: Larissa Vieira)

Favoritismo este que os números fazem questão de aumentar Enquanto o Vilhena tem folha salarial de R$ 80 mil, a Ponte gasta de R$ 600 mil a R$ 700 mil para manter o elenco em dia. Nos campeonatos que disputa, a diferença entre os adversários também é gigante. A Macaca joga um dos estaduais mais visados do país e está de volta à Série A do Brasileiro. Por outro lado, os rondonienses chegam à estreia da Copa do Brasil com apenas dois jogos disputados. Foram duas derrotas, ambas para o Nacional-AM, pela Copa Verde.

Diante de tais dificuldades, o Vilhena tenta avançar pela primeira vez na Copa do Brasil, após cinco eliminações. O desafio começa com a Ponte, em repetição do duelo de 2009, quando caiu ainda na primeira fase. À época, o clube rondoniense alegou que, no jogo de volta, mais da metade dos jogadores estavam com virose e tiveram mau desempenho em campo. No currículo, o Vilhena traz partidas contra Fortaleza (2006), Atlético-PR (2010), Avaí (2011) e Palmeiras (2014). No Portal da Amazônia, apesar da tradição diferente, eles jogaram de igual pra igual. Na partida de volta, no Pacaembu, o time paulista mostrou sua força e venceu por 2 a 0.

Embalada no Campeonato Paulista, com seis partidas de invencibilidade (quatro vitórias e dois empates), a Ponte viajou praticamente com reservas. Ainda assim, Guto Ferreira considera que o grupo tem total condição de encaixar e, quem sabe, eliminar o confronto da volta. Entre os destaques da equipe que irá a campo nesta terça estão o meia Adrianinho e o volante Josimar.

Paulo Henrique de Melo Salmazio, do Mato Grosso do Sul, será o árbitro da partida. O SporTV transmite o duelo ao vivo, com Luiz Carlos Júnior, Lédio Carmona e Edinho. O GloboEsporte.com também acompanha, em Tempo Real, com vídeos exclusivos. 

HEADER escalacoes 690 (Foto: Infoesporte)

Vilhena: eliminado na primeira fase da Copa do Brasil em todas as participações, o Vilhena resolveu investir em 2015 e trouxe Márcio Bittencourt, bicampeão brasileiro pelo Corinthians (volante no título de 1990 e técnico em parte da conquista de 2005). Para esta terça-feira, o time chega inteiro, sem desfalques. O treinador avalia ainda três possíveis esquemas táticos, mas deve entrar em campo com: Jamilton; Henrique, Junior, Marinho e Carlinhos; Jonatas, Flávio, Rai e Roberth; Vinicius e Roallase.

Ponte Preta: o time alternativo da Macaca será formado por jogadores que têm entrado com frequência no Paulistão e outros que ainda sequer estrearam pela Macaca. Neste segundo pacote estão o goleiro João Carlos, o zagueiro Diego Ivo, o meia Danilo Neves e os atacantes Fágner e Vitor Xavier. Do quinteto, os três primeiros estão cotados para começar a partida. A provável Ponte tem João Carlos, Jeferson, Renato Chaves, Diego Ivo e João Paulo; Josimar, Dedé, Adrianinho e Thomás; Danilo Neves e Fábio Santos. 

HEADER quem esta fora 690 (Foto: Infoesporte)

Vilhena: todos os atletas estão à disposição.

Ponte Preta: Marcelo Lomba, com uma fratura na costela, Rildo, com lesão na coxa, e Paulinho, com um problema no músculo posterior da coxa, não reúnem condições de jogo.


03 março 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Vilhena intensifica cobrança de falta antes de jogo contra a Ponte Preta


Times se enfrentam nesta terça-feira, 3, a partir de 20h30 no estádio Portal da Amazônia. “Queremos ir para o segundo jogo”, afirma Márcio.

Nada de apreensão ou nervosismo no Vilhena. O time, que enfrenta a Ponte Preta nesta terça (3), realizou o apronto no domingo e na manhã de segunda fez o último trabalho em campo. Depois de muitas cobranças de falta e papo com o treinador Márcio Bittencourt, o time foi para o hotel, onde permanece em concentração. O momento, segundo o comandante do Lobo do Cerrado, é de manter a tranquilidade. E se engana quem acha que, nesse caso, só a vitória interessa.

- Vamos respeitar a Ponte, mas iremos batalhar por um bom placar e assim garantir o segundo jogo. Queremos muito passar para o próximo duelo, assim como o VEC fez no ano passado, contra o Palmeiras. É possível, a gente sabe que é. Queremos o próximo jogo, mas isso também não quer dizer que iremos entrar em campo para segurar o resultado. Vamos pra cima.  

Vilhena fez seu último treino na manhã desta segunda, 2 (Foto: Larissa Vieira) 
Vilhena fez seu último treino na manhã desta segunda, 2 (Foto: Larissa Vieira)
 
Quanto à escalação, Márcio faz o mesmo mistério que fez nas duas partidas oficiais que o Vilhena fez em 2015, contra o Nacional-AM, pela Copa Verde. Nada de definições até a hora do confronto, nem mesmo quanto ao goleiro.

- Temos muitas opções e uma delas, claro, é repetir o que usamos contra o Nacional. Mas isso ainda é algo que vou avaliar. O Elvis ainda será avaliado, não sabemos se entra em campo, e nem o goleiro ainda defini. Tudo no momento certo.

Vilhena e Ponte Preta se enfrentam nesta terça-feira, 3, às 21h30 (de Brasília), no Portal da Amazônia. A partida é a estreia dos times na Copa do Brasil em 2015.

Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Portal da Amazônia faz últimos reparos para partida entre VEC e Ponte Preta

Times se enfrentam na noite de terça, 3. Segundo a secretaria responsável pelo estádio, tudo estará pronto para receber os torcedores.

Falta pouco mais de 24 horas para que Vilhena e Ponte Preta se enfrentem no primeiro confronto pela Copa do Brasil, no Portal da Amazônia. Quem resolver visitar o estádio irá encontrar camarotes e arquibancadas ainda em fase de acabamento. No gramado, ainda não é possível ver as marcações, mas quem está à frente das obras do local garante que até o momento do jogo tudo estará pronto para receber o público.

- Usamos o mesmo projeto utilizado no jogo contra o Palmeiras, no ano passado. Agora só temos uma diferença: as arquibancadas que ficam ao lado da cabine de imprensa não serão cobertas. Vimos que havia alguns reparos a serem feitos e por questão de segurança, decidimos removê-las. Mas nada que comprometa o conforto do torcedor – explica Wellington Ferreira, secretário da Secretaria Municipal de Esportes, responsável pelo estádio.

Ainda para a tarde desta segunda está prevista a entrega dos últimos laudos ao Corpo de Bombeiros. Ao todo são 30 camarotes com capacidade para dez pessoas em cada, além das outras arquibancadas.

- Se a chuva parar ainda hoje e fizer um sol durante a tarde, a gente pinta o gramado antes mesmo do treino da Ponte Preta. Nas arquibancadas móveis podemos colocar até mil torcedores, mas por questão de segurança optamos por vender apenas 700 ingressos para aquela área, isso fora as arquibancadas do estádio mesmo. Num todo, esperamos receber mais de quatro mil pessoas no Portal da Amazônia amanhã. É um jogo que merece toda essa atenção – resume Wellington.

Estádio Portal da Amazônia em vilhena, RO (Foto: Larissa Vieira) 
Estádio Portal da Amazônia em vilhena, RO (Foto: Larissa Vieira)

INVESTIMENTOS

A nova estrutura faz parte do projeto feito ainda em 2014, para a partida contra o Palmeiras. Na ocasião, segundo o secretário, foram gastos mais de R$ 300 mil, o que teria sido reduzido drasticamente para esse confronto.

- Mexemos em muita coisa, desde estrutura até as lâmpadas dos refletores, que precisaram ser trocadas, além de pequenas reformas físicas até em vestiários e o aluguel dos camarotes e arquibancadas. Para o jogo contra a Ponte, a gente só precisou retocar pintura, trocar algumas lâmpadas queimadas e alguns outros itens, mas tudo não passou de R$ 47 mil – explica.

Vilhena e Ponte Preta se enfrentam nesta terça-feira, 3, às 21h30 (de Brasília), no Portal da Amazônia. A partida é de estreia dos times na Copa do Brasil em 2015.

Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Em RO, Ponte Preta faz treino e diz que gramado deixará time mais lento



Time esteve no Portal da Amazônia na tarde desta segunda. Jogadores e técnico acharam campo pesado. Ponte Preta e VEC estreiam na Copa do Brasil na terça, 3.

Descanso! Esta é a palavra que não veio na bagagem da Ponte Preta nesta segunda-feira. O dia foi intenso para todo o elenco. O primeiro compromisso começou de manhã no aeroporto de Viracopos em Campinas (SP), quando embarcou com destino a Vilhena para o jogo de ida na Copa do Brasil, marcado para a terça-feira (3) no estádio Portal da Amazônia contra o VEC.

Até Rondônia, foram quase oito horas de viagem. O desembarque foi pro volta das 14h (15h de Brasília), na cidade clima da Amazônia, como Vilhena é conhecida popularmente. Jogadores e comissão técnica seguiram para o hotel e, após uma pausa de duas horas para o almoço, o time foi ao Portal da Amazônia para reconhecimento de campo e o último treino antes do confronto.

Ponte Preta treino Vilhena Copa do Brasil (Foto: Jonatas Boni)Dentro de campo, um leve aquecimento com troca de passes entre os jogadores, uma brincadeira de bobinho, para se acostumar aos gramados do Portal da Amazônia. Gramados que podem, segundo o técnico Guto Ferreira, dificultar o desempenho da Macaca durante o jogo.

- Esse tipo de campo, pesado, a gente encontra no interior de São Paulo, como em Mogi Mirim. Lá tem vários gramados com essa grama assim. Logicamente não teremos uma velocidade de jogo como deveria, mas acredito que não deve afetar muito - acredita Guto que lamenta ter poucas informações sobre a atuação do VEC em campo.

- Nós pesquisamos algumas coisas, mas não conseguimos imagens com partidas do Vilhena. Talvez eles tenham uma ideia mais clara da gente do que nós deles - ressalta.

A escalação para a partida de terça-feira está sendo mantida em sob sigilo, mas, ele garante que apesar de não ter viajado com o elenco que disputa o Campeonato Paulista, todos têm a qualidade necessária para vencer o VEC.

 -Trouxemos jogadores de qualidade e que no ano passado trabalharam nas série A e B do Brasileirão. Para trazermos esse elenco, olhamos a qualidade e o desempenho do dia a dia, além da situação do campeonato paulista – ressalta. 

REENCONTROS

Enquanto a maioria do time e o próprio técnico da Ponte não têm informações sobre a atuação do Vilhena em campo, o volante Josemar já é um velho conhecido da equipe rondoniense. Em 2014, quando ainda estava no Palmeiras, o jogador enfrentou o VEC no jogo de volta em São Paulo e agora pode ajudar a Macaca com informações.

- É um time difícil e competitivo. Deu trabalho no Pacaembu em São Paulo. Precisamos fazer um jogo muito forte para conseguir vencê-los – relembra.

Sobre o novo encontro com o Vilhena, Josemar acredita que o gramado deve ser o vilão para o time paulista, por estar encharcado devido ao período inverno amazônico, onde ocorrem muitas chuvas.
 
Na Ponte Preta, atacante Josemar vai reecontrar o Vilhena nesta terça-feira (Foto: Larissa Vieira)- O gramado é pesado. Ano passado o Palmeiras sofreu e em 2009 a Ponte Preta, também pela Copa do Brasil. A ideia é pegar o ritmo logo no inicio do jogo para igualar o desempenho – ressalta o atacante.
Terça-feira será o dia dos reencontros. Além de Josemar que volta a duelar contra o Vilhena, o meia-atacante Adrianinho reencontra o antigo técnico, Márcio Bittencourt. Os dois, jogador e técnico, atuaram juntos no Corinthians, e o jogador é só elogios ao antigo professor.

- O Márcio é uma pessoa muito bacana, divertido. Um grande pescador como a gente sabe que ele gosta. Vou ficar feliz em revê-lo - diz Adrianinho revelando que apesar de conhecer o técnico adversário, isso fará diferença. - Conheço a forma dele trabalhar, mas dentro de campo é diferente, pois é outra equipe. Não temos muitas informações ainda sobre o adversário, então isso pode atrapalhar no jogo, pois quando sabemos como a equipe atua, já ficamos mais espertos - finaliza.

Vilhena e Ponte Preta se enfrentam nesta terça-feira, 3, às 21h30 (de Brasília), no Portal da Amazônia. A partida é a estreia dos times na Copa do Brasil em 2015.

Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Família corintiana é apaixonada pelo VEC e já abrigou até jogador em casa


Erno, Eliza e Jessica assistem a todos os jogos do Vilhena no Portal da Amazônia. Por amor e amizade, família já hospedou atacante do time durante uma temporada.

Que corintianos se autodenominam um bando de loucos muita gente já sabe. Agora, que o coração corintiano tem espaço para ser ocupado por mais um time de futebol, isso é raro. Mas, pode acontecer. E o caso de amor aconteceu em Vilhena, no interior de Rondônia, quando a família Hoenig "adotou" o time de futebol profissional da cidade. A paixão é tamanha que a família até já hospedou um dos jogadores dentro de casa durante a temporada do estadual.

Tudo começou em 1991, quando o contador Erno Hoenig ajudou a criar o Vilhena Esporte Clube (VEC) para ser o representante do município no Campeonato Rondoniense. Ele fez parte do primeiro conselho fiscal, atuou nas bilheterias, mas sempre gostou de estar nos bastidores, torcendo e acompanhando o clube nos jogos.

- A gente sempre gostou de futebol e, juntamente, com outros companheiros, acreditava ser bom [um novo time] para cidade de Vilhena - diz Erno.

Desde então, ele não abandonou mais o time. Com a esposa Eliza e a filha Jessica estão presentes em todos os jogos e até amistosos. O amor pelo time foi se intensificando com o passar do tempo. Em 2009, a família Hoenig adotou o atacante Souza, camisa 9 do VEC, e o levou para morar dentro da casa deles. Eliza diz que tudo foi feito por amor e amizade.

"O Corinthians é pela tradiçao, conquistas de títulos. Mas a paixão maior é o VEC" - Eliza e Erno Hoenig

- Não consideramos loucura. Foi mesmo por amizade. E se faria de novo? Tudo depende do momento, das circunstâncias - diz a torcedora.

Com o atacante do Vilhena morando na mesma casa, os Hoenig estiveram presentes no primeiro confronto contra a Ponte Preta, em 2009, na segunda participação do clube rondoniense na Copa do Brasil, e agora fazem análise do próximo confronto.

- A gente sabe das condições diferenciadas entre dois clubes. Em jogos tudo pode acontecer, mas estamos sempre torcendo e acreditando em um resultado positivo - diz Eliza.

Os três já compraram os bilhetes de entrada para o jogo contra da Ponte Preta, na terça-feira, às 21h30 (de Brasília) no Portal da Amazônia. Os três já têm até palpite para o resultado. Eliza, junto com a filha, acredita em um resultado de 2 a 1 para o VEC. Já Erno aposta em 1 a 0 para o time rondoniense.

Família Hoenig em vários momentos com o Vilhena (Foto: Arquivo Pessoal) 
Família Hoenig em vários momentos com o Vilhena (Foto: Arquivo Pessoal)

Torcida

Os três costumam acompanhar todos os jogos realizados no Portal da Amazônia. Seja amistoso ou partidas profissionais. Mas, sempre que possível, eles também viajam para acompanhar os jogos fora de casa e já foram até Comodoro (MT) para assistir um amistoso do clube.

- Gostaríamos de ir em todos os lugares onde quer que o VEC jogasse. Mas, por questão do trabalho fica impossível - dizem os três que afirmam não ter nenhum tipo de superstição para os confrontos.

O Corinthians

A família, apesar de corintiana, está sempre unida no estádio Portal da Amazônia para torcer pelo Lobo do Cerrado. Dos três, apenas Erno já esteve presente em um jogo do Timão, em Porto Alegre (RS) e diz que tudo parece maior. Sobre o amor pelos dois times, eles dizem:

- Cada um em sua proporção. O Corinthians está presente em disputas nacionais e internacionais e o VEC a gente sabe que só tem alcance regional, por enquanto. O Corinthians é pela tradiçao, conquistas de títulos. Mas a paixão maior é o VEC - garantem Eliza e Erno. - Com certeza, e se os dois jogassem sem dúvidas estaria nas arquibancadas do Lobo do Cerrado - completa Eliza.



02 março 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

VEC x Ponte Preta: arquibancadas e camarotes começam a ser montados


Material foi descarregado na manhã deste sábado, 28. Jogo entre Vilhena e Ponte Preta está marcado para terça, 3, pela Copa do Brasil.

Com a proximidade do jogo da Copa do Brasil entre Vilhena e Ponte Preta, o movimento no estádio Portal da Amazônia começou a se intensificar neste sábado (28). E o palco do duelo contra o time paulista pela primeira fase da Copa do Brasil já começa a se preparar para receber os torcedores. As arquibancadas móveis e os camarotes já estão sendo montados.

De acordo com a diretoria do Lobo do Cerrado, a arquibancada móvel será erguida ao lado da cabine de imprensa e terá capacidade para 500 torcedores. Já para quem desejar assistir o confronto de um ângulo diferente, o time vilhenense está disponibilizando 30 camarotes, com capacidade máxima para dez pessoas, cada.

- A estrutura começou a ser montada hoje [sábado] e até segunda-feira já deverá ter sido concluída – afirmou José Natal, diretor de futebol do Vilhena.

A partida entre VEC e Ponte Preta está marcada para a próxima terça-feira (3) a partir das 21h30 (de Brasília).

01 março 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Árbitro do MS apita jogo entre Vilhena e Ponte Preta, pela Copa do Brasil


Paulo Henrique de Melo Salmazio, do Mato Grosso do Sul, apitará o jogo de ida pela primeira fase da Copa do Brasil, no dia 3 de março, no Portal da Amazônia.

A composição do trio de arbitragem para o jogo de ida entre Vilhena e Ponte Preta, no dia 3 março, já está escalado. De acordo com a divulgação no site da Confederação Brasil de Futebol (CBF), Paulo Henrique de Melo Salmazio, do Mato Grosso do Sul, apitará a partida. Como assistentes terá Joadir Leite Pimenta, do Mato Grosso, e o rondoniense Valdebranio da Silva.

Paulo Henrique tem apenas 23 anos e apesar da pouca idade, já autuou nas séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro em 2014, além de ter apitado duas partidas já neste ano. No última rodada do Brasileirão, ele foi assistente adicional 2, do jogo entre Cruzeiro e Fluminense.

VEC e Ponte Preta jogam dia 3 de março, a partir das 21h30 (de Brasília), no Portal da Amazônia, em Vilhena. Caso o time visitante vença a partida por dois ou mais gols de diferença, elimina a necessidade do jogo de volta, marcado para o dia 2 de abril, no Moisés Lucarelli em Campinas (SP).

Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Mais de 300 ingressos para jogo entre VEC e Ponte Preta já foram comprados


Estimativa da diretoria do Lobo do Cerrado é que a procura aumente a partir deste domingo. Bilhetes custam R$ 40 inteira e R$ 20 meia entrada.

De mil ingressos colocados à venda para o jogo de ida contra entre o Vilhena e a Ponte Preta, válido pela primeira rodada da Copa do Brasil, no dia 3 de março, no Portal da Amazônia, mais de 300 já foram vendidos, segundo a diretoria do VEC. Somente neste sábado, mais de 100 entradas foram vendidas, estima a diretoria.

A expectativa do clube é que a procure aumente a partir deste domingo, 1º de março, conforme as empresas paguem o salário dos funcionários. E na segunda-feira, véspera do confronto, deve ser esgotado.
Ao GloboEsporte.com, Dalanhol afirmou que os bilhetes do primeiro lote custam R$ 40 até que o lote se esgote. Para quem é estudante e deseja comprar com desconto, o bilhete está sendo comercializado por R$ 20.

Vilhena e Nacional-AM se enfrentaram no Portal da Amazônia (Foto: Jonatas Boni)Os pontos de venda são Park Shopping Vilhena, banca do Zóio e escritório do time, localizado na Avenida Tancredo Neves, zona norte da cidade.

Para o jogo de terça também estão sendo comercializados 30 camarotes. Segundo Dalanhol, dez camarotes já foram vendidos durante a semana e os torcedores que desejarem reservar um espaço privado, poderão combinar o valor e venda através do telefone (69) 8129-6964. Cada camarote erguido no portal tem capacidade para 10 pessoas, segundo informou a diretoria.

A partida entre VEC e Ponte Preta está marcada para terça-feira 3 de março, a partir da 21h30 (de Brasília) no estádio Portal da Amazônia.

28 fevereiro 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo

Vilhena treina força e velocidade para jogo contra a Ponte Preta


Segundo preparador físico, VEC precisa ter bastante força para melhor desempenho no gramado pesado. Jogo da Copa do Brasil será na terça, 3.

Faltando pouco menos de cinco dias para enfrentar a Ponte Preta pela Copa do Brasil, o elenco do Vilhena tem intensificado os trabalhos de força e velocidade. Na quarta-feira, 25, o preparador físico do time, Cláudio Vidal, levou os jogadores para a caixa de areia. O objetivo agora é fazer os atletas ganharem resistência para o jogo de terça, 3.

- Atingimos quase 100% da parte aeróbica deles, então agora os trouxemos para a caixa, pois os diferentes exercícios aqui os ajudarão ganhar força e velocidade – explica. 

Com diferentes técnicas atléticas na caixa, Vidal afirma que esta é uma etapa importante da preparação, principalmente por conta do gramado do Portal da Amazônia.

- Sabemos que nosso campo aqui é muito pesado, então esse trabalho de força vai ajudar no desempenho deles em campo contra a Ponte – ressalta.

Vilhena e Ponte Preta se enfrentam no Portal da Amazônia na terça-feira, em partida de estreia pela Copa do Brasil, às 19h (local).
27 fevereiro 2015
Editado por Patricky Gabriel Sarturi, Postado por: Pedro Tozzo
Tecnologia do Blogger.

MUSEU VIRTUAL

COMPAREÇA AOS JOGOS

COMPAREÇA AOS JOGOS

FUTEBOL DE RONDÔNIA

OFERTAS

LOBOS DO CERRADO

Arquivo

Copyright © Vilhena Esporte Clube - Blog do Torcedor - Criado por João Eduardo Caldeira - Design por Patricky Gabriel Sarturi